Route Through World Heritage Portuguese Monasteries

Ver filme

As cidades, os centros históricos e o património histórico, cultural e paisagístico constituem recursos de excelência que importa qualificar, valorizar e promover, com o objectivo de consolidar e desenvolver a sua atractividade territorial alicerçada numa rede de centros urbanos.

A REDE DE MOSTEIROS PORTUGUESES PATRIMÓNIO DA HUMANIDADE 

A Rede de Mosteiros Portugueses Património da Humanidade resulta de uma parceria entre as autarquias de Alcobaça, Batalha, Lisboa e Tomar, a que se juntaram a Direção-Geral do Património Cultural e os Institutos Politécnicos de Leiria e de Tomar.

Partindo de um contexto favorável, onde a actividade turística e, especificamente, o turismo cultural têm assumido uma importância económica acrescida e do facto de se localizarem nestes aglomerados quatro mosteiros classificados pela UNESCO como Património da Humanidade, a Rede procura desenvolver uma abordagem integrada e coerente de qualificação urbana, valorização patrimonial, dinamização económica e promoção turística e cultural

O Programa Estratégico REDE DE CIDADES MOSTEIROS PORTUGUESES PATRIMÓNIO DA HUMANIDADE, foi aprovado pelo QREN (Programa Operacional Regional Centro e Programa Operacional de Lisboa), tendo como parceiros o IGESPAR IP e os municípios de Alcobaça, Batalha e Tomar, entretanto associados na MPH – Mosteiros de Portugal (Associação das Cidades com Mosteiros Património da Humanidade).

O Programa Estratégico apresenta 6 Eixos-base (Identidade, Atractividade, Receptividade, Interactividade, Visibilidade, e Continuidade/Qualidade), subdividindo-se em 9 Linhas de Intervenção:
1.Qualificação dos espaços públicos simbólicos;
2.Promoção de eventos emblemáticos e animação das cidades como pólos culturais;
3.Vivificação do Património e Qualificação dos equipamentos culturais;
4.Criação de Roteiros de Visita e Interpretação do Território;
5.Recepção de Visitantes;
6.Qualificação dos Serviços Turísticos;
7.Plataforma digital turística da rede de cidades;
8.Marketing, promoção e comunicação;
9.Missão Mosteiros de Portugal Património da Humanidade de cooperação inter-urbana.

A partir das 9 linhas de intervenção foram definidos 27 Projectos Estruturantes, da responsabilidade dos diferentes parceiros.
O IGESPAR IP apresenta-se como parceiro líder de 3 de projectos:
1.Programação cultural em rede nos Mosteiros Património Mundial;
2.Produção de conteúdos e apetrechamento de espaços e circuitos para a qualificação e diferenciação da visita aos Mosteiros Património Mundial;
3.Encontros técnico/científicos nos Mosteiros Património Mundial.

Complementarmente o IGESPAR IP candidatou e viu aprovado no âmbito do QREN ao Programa Operacional Regional do Centro, Eixo Prioritário III, Consolidação e Qualificação dos espaços sub-regionais, Regulamento Específico - Património Cultural, o projecto “Rota dos Mosteiros Portugueses Património da Humanidade da Região Centro”, abrangendo o Mosteiro de Alcobaça, o Convento de Cristo e o Mosteiro da Batalha, onde constam acções físicas no âmbito da melhoria das condições de fruição e valorização, salvaguarda e preservação, prevenção de riscos e segurança, nos conjuntos e respectivas envolventes.

Logo da Rede dos Mosteiros Portugueses Património da Humanidade (versão em português)

Logo da Rede do Mosteiros Portugueses Património da Humanidade (versão em inglês)

Norma de utilização do Logo da RMPPH

Para saber mais:

www.conventocristo.pt
www.mosteiroalcobaca.pt
www.mosteirobatalha.pt
www.mosteirojeronimos.pt

Roteiros Turísticos de Portugal

Câmara Municipal de Alcobaça 
Câmara Municipal da Batalha 
Câmara Municpal de Lisboa  
Câmara Municipal de Tomar

Navegue pelos Mosteiros Património da Humanidade
Navegue pelos Mosteiros Património da Humanidade